Em uma entrevista à Fox Business, Larry Fink, CEO da BlackRock, uma das maiores gestoras de ativos do mundo, afirmou que uma eventual determinação da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) de que o Ethereum (ETH) é um valor mobiliário não seria um obstáculo para a criação de um ETF spot baseado no criptoativo.

Continua após a publicidade..

“Acho que sim”, respondeu Fink quando questionado sobre a possibilidade de um ETF para o ETH. Vale destacar que a BlackRock submeteu sua solicitação para um ETF em novembro do ano passado.

Fink já expressou anteriormente sua visão positiva sobre a existência de um ETF para o Ethereum no início deste ano.

O debate sobre a aprovação de fundos baseados em ETH tem crescido, especialmente devido à falta de clareza da SEC sobre a classificação do ETH. Há relatos de que o regulador iniciou uma campanha legal para classificar a criptomoeda como “security” (valor mobiliário).

Continua após a publicidade..
  • Leia também: Edilson Osório, fundador da OriginalMy, lança livro com foco no Bitcoin

BlackRock quer ETF de Ethereum

Uma possível decisão da SEC teria impactos significativos no desempenho do Ethereum e do mercado como um todo, considerando que o ETH é a segunda maior criptomoeda em capitalização, depois do Bitcoin. Isso resultaria em mudanças e novas regras de compliance que muitos consideram inadequadas para esse tipo de ativo.

Especialistas como Eric Balchunas, da Bloomberg Intelligence, colocam a probabilidade de aprovação de um ETF Ethereum em 25%, enquanto jornalistas como Eleanor Terrett, da Fox Business, indicam que a SEC não está tão envolvida com os ETFs Ethereum quanto esteve com os ETFs de Bitcoin.

Continua após a publicidade..

Por outro lado, o diretor jurídico da gestora de fundos Grayscale acredita que os ETFs Ethereum deveriam ser aprovados, assim como os ETFs de Bitcoin, já que são “idênticos na comparação”.

Fink também comentou sobre o ETF spot de Bitcoin da BlackRock (IBIT), que se tornou público em janeiro deste ano, indicando seu otimismo sobre a viabilidade do Bitcoin a longo prazo e surpresa com a demanda do varejo pelo fundo.

O IBIT alcançou uma capitalização de mercado de US$ 10 bilhões em menos de três meses após o lançamento, tornando-se o ETF que mais rapidamente atingiu esse valor em toda a história.

Atualmente, o IBIT acumulou US$ 16 bilhões em ativos sob gestão (AuM) e responde por mais de 40% de todos os volumes diários de negociação de ETFs de Bitcoin, conforme dados do The Block.

  • Leia também: Hacker devolve US$ 63 milhões a protocolo da Blast

Source: CriptoFacil

Share.

Eu sou a Joseana, criadora do GANHANDO GRANA. Sou apaixonado por ajudar as pessoas a alcançar o sucesso financeiro, e acredito que o conhecimento é o poder. O GANHANDO GRANA é um site dedicado a fornecer informações valiosas sobre vagas de emprego, finanças pessoais e mercado financeiro. Nosso conteúdo abrange uma ampla gama de tópicos. Além disso, oferecemos uma seção de renda extra/renda online, com informações sobre como ganhar dinheiro adicional ou começar seu próprio negócio online. Acredito que todos têm o potencial de alcançar o sucesso financeiro, e estou aqui para ajudá-lo a alcançar seus objetivos. Acesse o GANHANDO GRANA hoje mesmo e comece a trilhar seu caminho para o sucesso!