Quase dois anos após realizar seu pedido de recuperação judicial, a equipe de falência da FTX finalmente divulgou o plano de reorganização que promete reembolsar os clientes lesados pela quebra da empresa. A companhia apresentou a proposta no Tribunal de Falências dos Estados Unidos para o Tribunal Distrital de Delaware na terça-feira (7).

Continua após a publicidade..

Agora, de acordo com os trâmites locais, o tribunal vai analisar o pedido e decidir pela aprovação ou rejeição. Na proposta, a FTX se compromete a fazer uma “distribuição centralizada a clientes” que pode chegar a mais de US$ 16 bilhões em pagamentos. Além disso, outros credores da empresa também receberão seu dinheiro.

Segundo a empresa, a soma bilionária levou em conta o total de dinheiro que a FTX conseguiu levantar com vendas de ativos e recuperação de outros recursos.

Divisão e distribuição

O montante arrecadado pode variar entre US$ 14 bilhões até US$ 16,3 bilhões, divididos entre os ativos da FTX Digital Markets, Ltd. (Bahamas), FTX Australia e outras entidades. Até o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ) contribuiu com a recuperação de parte dos recursos.

Só que a maior parte do valor é oriunda da venda de ativos que estavam em nome da Alameda Research ou FTX Ventures, braços de investimento da companhia. Em novembro de 2022, a FTX possuía apenas 0,1% dos Bitcoins (BTC) e 1,2% dos Ethereum (ETH) que devia a seus clientes.

Continua após a publicidade..

Em outras palavras, a equipe de falência descobriu que a FTX gastou todos os recursos nos seus investimentos. Com isso, eles não puderam devolver as criptomoedas diretamente aos clientes e tiveram que encontrar outras formas de captar recursos.

Agora, o plano de recuperação contempla o pagamento integral de todos os credores com base no valor dos seus créditos determinado pelo Tribunal de Falências. No entanto, a proposta não inclui o pagamento de impostos ou valores devidos aos governos das Bahamas ou dos EUA.

Para este último grupo, a FTX propôs um plano de reembolso que terá uma taxa de até 9% (a “Taxa de Consenso”) desde o início do período de falência, em 2022, até a data de distribuição.

Continua após a publicidade..

Sobre o plano da FTX

De acordo com o plano, os credores que tiverem até US$ 50.000 a receber terão um reembolso de 118% do valor devido. O excedente servirá para recompensar as perdas oriundas com a valorização das suas criptomoedas nesses quase dois anos.

A equipe de falência da FTX estima que 98% estão nessa categoria de pequenos credores. O pagamento a eles ocorrerá, segundo o plano, 60 dias após a data de aprovação. Mas somente os clientes que tiverem contas verificadas (com a realização de KYC) receberão os pagamentos.

Por fim, a FTX também pretende realizar acordos com o DOJ, a Comissão de Negociação de Futuros e Commodities (CFTC) e outros reguladores dos EUA. O objetivo dessas medidas é pagar as multas e taxas devidas e encerrar definitivamente as pendências da exchange.

 

 

Source: CriptoFacil

Share.

Eu sou a Joseana, criadora do GANHANDO GRANA. Sou apaixonado por ajudar as pessoas a alcançar o sucesso financeiro, e acredito que o conhecimento é o poder. O GANHANDO GRANA é um site dedicado a fornecer informações valiosas sobre vagas de emprego, finanças pessoais e mercado financeiro. Nosso conteúdo abrange uma ampla gama de tópicos. Além disso, oferecemos uma seção de renda extra/renda online, com informações sobre como ganhar dinheiro adicional ou começar seu próprio negócio online. Acredito que todos têm o potencial de alcançar o sucesso financeiro, e estou aqui para ajudá-lo a alcançar seus objetivos. Acesse o GANHANDO GRANA hoje mesmo e comece a trilhar seu caminho para o sucesso!