Com mais uma semana de volatilidade, o Bitcoin (BTC) registrou queda de 4,05%, de acordo com dados do Coinglass. Essa queda levou o BTC a cair para o nível de US$ 60.000 ainda no final de semana. Mas o preço se recuperou ao longo das últimas 24 horas.

Publicidade

Essa recuperação fez o Bitcoin hoje abrir em alta de 2,3%, voltando para a região de US$ 62.000 nesta segunda-feira (13). Ou seja, a criptomoeda experimentou forte queda no final da semana, mas recuperou parte do seu preço depois.

Nenhuma criptomoeda do Top 100 registrou ganhos nos últimos sete dias, com exceção da TON, que se valorizou 18% no período. Essa alta colocou a moeda como segunda maior valorização entre as maiores criptomoedas (Top 100), atrás somente dos ganhos de 19% da CHEEL.

Já a maior queda semanal do Top 10 ficou com a Dogecoin (DOGE), que caiu 14,7%, e com a XRP, que teve perdas de 7,5%. Logo em seguida veio o Ethereum (ETH), com perdas de 7,4%, e a Solana (SOL), com 7,2%. Já nas últimas 24 horas, o ETH subiu 1,1%, mas se manteve abaixo de US$ 3.000.

Publicidade

Acumulação de Bitcoin deixa traders otimistas

De acordo com uma análise recente do site IntoTheBlock, aproximadamente 5,1 milhões de endereços, equivalentes a cerca de 10% do total de endereços detentores de BTC, acumularam BTC entre o preço atual e a máxima histórica de US$ 72.500.

Esta revelação sugere um influxo significativo de novos compradores no mercado, indicando uma confiança crescente e um sentimento otimista em relação ao Bitcoin. Curiosamente, esses dados ainda não se refletem no preço, que permanece respeitando o canal de lateralização formado logo antes do halving.

Fluxo de investidores no Bitcoin aumenta. Fonte: IntoTheBlock.
Publicidade

O aumento substancial na acumulação de Bitcoin sublinha a crença dos investidores no potencial a longo prazo e na proposta de valor da criptomoeda.

Vários analistas veem este dado como uma razão potencial para o preço do Bitcoin subir de preço no futuro. Com uma parcela considerável de endereços comprando Bitcoin nos níveis atuais, o sentimento do mercado parece animador. E isso pode influenciar para que o Bitcoin volte a valorizar nos meses seguintes.

Uma enxurrada de analistas compartilhou previsões importantes sobre os movimentos atuais dos preços do BTC. De acordo com o analista conhecido como Rekt Capital, a “zona de perigo” pós-halving do Bitcoin, sinalizando uma virada positiva para o mercado.

 

 

Source: CriptoFacil

Share.