Keonne Rodriguez, CEO de 35 anos, e William Lonergan Hill, CTO de 65 anos, foram presos na quarta-feira sob acusações de operar ilegalmente a Samourai Wallet, um serviço de mistura de criptomoedas similar ao Tornado Caso.

Publicidade

De acordo com os promotores, a dupla facilitou o branqueamento de cerca de US$ 100 milhões provenientes de mercados ilícitos como a Silk Road.

Conforme a declaração do procurador dos Estados Unidos, Damian Williams, a Samourai Wallet foi responsável por mais de “US$ 2 bilhões em transações ilegais e facilitou mais de US$ 100 milhões em transações de lavagem de dinheiro de mercados obscuros na web”.

As autoridades detiveram Keonne Rodriguez na Pensilvânia e ele deve comparecer perante um juiz entre hoje e amanhã. Já Hill foi preso em Portugal, e os EUA estão agora buscando sua extradição.

Publicidade

Prisão dos cofundadores da Samourai Wallet

Além das prisões, as autoridades apreenderam os servidores web e bloquearam o domínio da Samourai Wallet. Atualmente, o aplicativo não está disponível para download na Google Play Store nos Estados Unidos.

“A Samourai Wallet encerrou suas atividades”, afirmou o agente especial Thomas Fattorusso do IRS-CI em um comunicado.

Publicidade

As acusações indicam que Rodriguez e Hill projetaram a Samourai Wallet para incluir um serviço de mistura de criptomoedas chamado “Whirlpool”, facilitando assim atividades criminosas. Hill ainda teria incentivado o uso da plataforma por criminosos em mercados negros online, conforme revelado em mensagens privadas.

No entanto, uma mensagem de Hill sugere um foco diferente: “Na Samourai, estamos totalmente focados na resistência à censura e na economia circular preta/cinza. Isso implica que não há adoção em massa prevista”, disse Hill.

As acusações contra os fundadores incluem lavagem de dinheiro e operação de uma empresa de transmissão de dinheiro sem licença. Os crimes podem resultar em até 20 anos de prisão para Rodriguez e cinco anos para Hill.

Esta não é a primeira vez que os promotores dos EUA acusam serviços de mistura de criptomoedas. No ano passado, os fundadores do Tornado Cash, Roman Storm e Roman Semenov, também foram acusados de lavagem de dinheiro e presos.

Conforme noticiou o CriptoFácil, a dupla por trás do mixer Tornado Cash, sancionado nos EUA, enfrenta acusações de terem lavado mais de US$ 1 bilhão em ativos, incluindo dinheiro do Grupo Lazarus, o grupo de hackers norte-coreano.

Source: CriptoFacil

Share.