A recente desvalorização do mercado causou uma forte queda nos preços das memecoins. No entanto, isso não serviu para diminuir o interesse ou potencial de retorno dessa classe de ativos.

Publicidade

E o sucesso da pré-venda da Dogecoin 20, que arrecadou US$ 5 milhões em apenas uma semana, mostra que as memecoins serão a nova tendência entre os investidores.

Mas como escolher as melhores opções entre as centenas, até milhares, de memecoins que existem por aí? Foi pensando nisso que nós elaboramos uma lista com as oito opções que prometem trazer retornos exponenciais aos seu portfólio. E elas são:

Dogecoin 20 (DOGE20)

Criada como uma imitação – ou “homenagem” – à Dogecoin (DOGE), maior memecoin do mercado. Contudo, ela não é apenas uma cópia da DOGE, já que possui atrativos como um sistema de staking eficiente.

Além disso, a DOGE20 é um token ERC-20 que opera na rede Ethereum, o que dá mais segurança ao projeto. Ele também possui uma oferta fixa em 140 bilhões, mais um diferencial entre outras memecoins. Com uma oferta fixa, as chances de valorização do token tendem a ser maiores.

Recentemente, a DOGE20 experimentou um enorme sucesso em sua pré-venda de tokens, arrecadando US$ 5 milhões em uma semana. Mas as ofertas ainda estão em andamento e você pode adquirir seus DOGE20 agora. Corra, pois faltam apenas 48 horas para o fim desta fase de pré-venda.

Shiba Inu (SHIB)

A SHIB é a segunda maior memecoin do mercado, ficando atrás somente da Dogecoin (DOGE). E assim como a DOGE20, a SHIB tem uma série de diferenciais, como sua exchange descentralizada e a rede Shibarium.

Com a Shibarium, usuários podem utilizar o ecossistema da Shiba Inu para desenvolver novos projetos, dando uma utilidade maior para a rede. A Shiba Inu também conta com o apoio de uma comunidade engajada no sucesso da memecoin, uma das mais ativas nas redes sociais.

Graças a isso e ao seu efeito de rede, a Shiba Inu está bem posicionada para aproveitar o hype das memecoins em 2024 e rivalizar com a gigante DOGE.

Publicidade

Pepecoin (PEPE)

A PEPE é o maior exemplo de que uma memecoin pode demorar anos até ganhar os holofotes do mercado. Criada em 2016, a PEPE só entrou no rol da fama desse gênero a partir de 2023, quando chegou a entregar retornos superiores a 2.000%.

Inspirada em Pepe The Frog, um dos memes mais conhecidos da Internet, a PEPE é considerada a grande rival da Shiba Inu e, com US$ 3 bilhões de valor de mercado, é a terceira maior memecoin. Somente nos últimos 30 dias, a PEPE teve uma valorização superior a 540% mesmo com o mercado de baixa.

SMOG

Considerada o grande nome entre as memecoins da Solana, a SMOG ainda não está entre as maiores memecoins do mercado. Mas isso porque seu lançamento ocorreu há poucos meses, e nesse período a SMOG se destacou.

Desde seu lançamento, a memecoin registrou ganhos de quase 1.000% e ofereceu excelentes oportunidades de compra durante a sua pré-venda. Agora, a equipe da SMOG prepara “o maior airdrop da história da Solana”, distribuindo cerca de 35% da oferta total de SMOG aos detentores da memecoin.

O airdrop começará no dia 3 de abril e você ainda pode participar. Basta acessar o site pessoal da SMOG e comprar a memecoin com 10% de desconto sobre o preço de lançamento. Portanto, garanta sua oportunidade.

Dogwifhat (WIF)

Um meme de cachorro com chapéu sem qualquer utilidade prática, mas que gerou um retorno de 200.000% desde seu lançamento. Esta é a WIF, que em quatro meses se tornou a maior memecoin da Solana e quinta maior de todo o mercado.

Publicidade

Nos últimos 30 dias, a WIF registrou fortes ganhos de 537%, multiplicando o capital dos investidores em quase sete vezes.

Como a maior parte das memecoins, a WIF possui uma comunidade bastante ativa no sentido de impulsionar o interesse pela memecoin. Isso se manifestou em 12 de março, quando a comunidade da WIF levantou US$ 700 mil para colocar a marca da memecoin na Sphere de Las Vegas.

Se isso realmente acontecer e o hype em torno da WIF continuar em alta, a memecoin pode oferecer retornos ainda maiores.

Floki Inu (FLOKI)

A FLOKI é uma das memecoins favoritas do bilionário Elon Musk, que já fez seu preço disparar escrevendo tuítes. Só que além de um apoio bilionário, a FLOKI conta com um grande ecossistema próprio.

Intitulada “criptomoeda do povo”, a Floki Inu conta com plataformas de NFT, tokenização de ativos e serviço de staking. A memecoin tem até um projeto de criar um cartão próprio, permitindo que seus detentores possam usar suas FLOKI como meio de pagamento.

Com isso, não é surpresa que a valorização da FLOKI tenha alcançado 614%, colocando-a entre as cinco maiores memecoins do mercado.

Book of Meme (BOME)

Mais um projeto da Solana, o Book of Meme pretende ser uma blockchain e uma Wikipedia para os memes da Internet. Ou seja, seu objetivo é guardar todo e qualquer meme que surgiu até hoje na web. Seu lançamento também gerou muita demanda e causou uma valorização de 276% nos últimos sete dias.

De acordo com sua descrição oficial, o Book of Meme é um experimento que tenta encapsular a cultura meme em constante evolução em um compêndio digital, usando blockchain. Ela também pretende fazer expansões e englobar os Inscriptions, tecnologia de NFTs do Bitcoin, o que foi uma das coisas que animou o mercado.

BONK

Por fim, a lista encerra com a memecoin que deu início a este novo ciclo de alta. Lançada em 2023, a BONK foi um “prêmio de consolação” para os usuários do smartphone Saga, da Solana. Isso porque quem tinha o smartphone ganhou direito a receber a memecoin.

Conforme a BONK explodiu de preço, o Saga, que havia sido um fracasso, virou um item cobiçado no mercado. Diversas pessoas pagaram milhares de dólares no aparelho só para ter acesso à BONK. E a memecoin, claro, chegou a ter ganhos superiores a 1.500% nos últimos meses do ano.

Hoje em dia, a BONK é a segunda memecoin mais valiosa da rede Solana, atrás somente da WIF. Mas o atual ciclo de alta pode reservar enormes ganhos para quem apostar na BONK em seu portfólio.

 

 

Source: CriptoFacil

Share.