A polícia de Ontário, no Canadá, prendeu Aiden Pleterski, autodenominado “rei das criptomoedas” da região. De acordo com as autoridades, Pleterski é acusado de fraude e lavagem de dinheiro relacionada a um suposto esquema Ponzi.

Continua após a publicidade..

O jovem de 25 anos, junto com seu associado, Colin Murphy, de 27, supostamente roubou US$ 30 milhões de suas vítimas. Esse golpe é um dos maiores já aplicados no Canadá até hoje.

No entanto, essa história vai bem além do golpe e envolve até sequestro e agressão. E nesse caso específico, Pleterski pode ser tanto culpado quanto vítima de crimes.

Golpe de US$ 30 milhões com criptomoedas

A prisão foi um ápice de uma investigação de 16 meses conhecida como “Projeto Swan” (Projeto Cisne), conduzida pelas autoridades canadenses no meio de um processo de falência. Os acusados declararam o fim das atividades da empresa, o que chamou a atenção da mídia local e das autoridades.

Durante a operação, as autoridades canadenses fizeram entrevistas com inúmeras vítimas e emitiram várias ordens judiciais, bem como milhares de páginas de documentos financeiros.

Continua após a publicidade..

“Pleterski é acusado de uma acusação de fraude superior a US$ 5.000, contrária à Seção 380(1)(a) do Código Penal, e uma acusação de lavagem de produto do crime canadense, contrária à Seção 462.31(1)(a) do Código Penal. As alegações envolvendo Pleterski estão cobertas por uma proibição de publicação emitida em 14 de maio de 2024, de acordo com a subseção 517(1) do Código Penal.”

Ou seja, o caso segue em sigilo judicial, o que não permite a revelação de muitas informações. Mas Stephen Henkel, da Comissão de Valores Mobiliários de Ontário, observou que Pleterski não tinha registro em nenhum regulador de valores mobiliários canadense, o que não lhe permitia oferecer investimentos em criptomoedas.

Mesmo assim, o tribunal acusa-o de operar o esquema à margem da lei desde fevereiro. Se as acusações se confirmarem, este esquema foi um dos que causou mais danos em menos período de tempo.

Continua após a publicidade..

O sequestro

Até o fechamento desta matéria, Pleterski ainda não foi a julgamento. O processo está na fase de investigação e recolhimento de provas, incluindo a prisão preventiva. Mas além de acusado, Pleterski também é vítima de um outro crime.

Por exemplo, fontes alegam que vítimas de Pleterski supostamente o raptaram e torturaram o acusado. Essa ação ocorreu porque essas pessoas supostamente caíram em um golpe aplicado por ele em 2023.

De acordo com os autos do tribunal, o grupo consiste de cinco supostas vítimas e a polícia prendeu todos. A polícia abriu acusações de sequestro e agressão contra os membros do grupo.

Os acusados mantiveram Pleterski em cativeiro por três dias antes de libertá-lo, mas somente depois de pressionarem o suposto golpista a apresentar uma quantia em dinheiro com urgência.

Pleterski aparece em um vídeo da CBC News visivelmente machucado e ferido, se desculpando com as vítimas por ter aplicado o golpe com criptomoedas. Seu advogado confirmou o vídeo e disse que ele foi gravado durante o tempo que seu cliente esteve em cativeiro.

Source: CriptoFacil

Share.

Eu sou a Joseana, criadora do GANHANDO GRANA. Sou apaixonado por ajudar as pessoas a alcançar o sucesso financeiro, e acredito que o conhecimento é o poder. O GANHANDO GRANA é um site dedicado a fornecer informações valiosas sobre vagas de emprego, finanças pessoais e mercado financeiro. Nosso conteúdo abrange uma ampla gama de tópicos. Além disso, oferecemos uma seção de renda extra/renda online, com informações sobre como ganhar dinheiro adicional ou começar seu próprio negócio online. Acredito que todos têm o potencial de alcançar o sucesso financeiro, e estou aqui para ajudá-lo a alcançar seus objetivos. Acesse o GANHANDO GRANA hoje mesmo e comece a trilhar seu caminho para o sucesso!