A Marathon Digital Holdings, uma das maiores mineradoras de Bitcoin (BTC), reportou números decepcionantes. Devido aos desafios operacionais, a empresa registrou uma forte queda na sua produção de Bitcoins no primeiro trimestre.

Publicidade

De acordo com o último relatório aos acionistas, a empresa minerou apenas 2.811 Bitcoins durante os primeiros três meses de 2024. O montante representa uma queda de 34% em relação ao trimestre anterior.

Embora o halving tenha impactado a mineração como um todo, os maus resultados da Marathon, bem como de outras mineradores, não incluem o período pós-corte. Por isso, a queda na produção da empresa deve-se, acima de tudo, a seus desafios internos.

As ações da empresa reagiram mal ao anúncio e caíram 2,19% no pregão da quinta-feira. No entanto, elas já registram alta de 1,42% na pré-abertura do mercado nesta sexta-feira (10).

Publicidade

Desempenho das ações da Marathon no último pregão. Fonte: TradingView.

Falhas e obstáculos atrapalharam lucratividade da Marathon 

O relatório trimestral da empresa aponta que os maiores desafios da Marathon no trimestre tiveram a ver com a infraestrutura da companhia.

“A produção de Bitcoin e, portanto, as receitas geradas durante o trimestre foram impactadas negativamente por falhas inesperadas de equipamentos, manutenção de linhas de transmissão e reduções relacionadas ao clima maiores do que o previsto em Garden City e outros locais durante o trimestre”, disse a empresa.

Publicidade

Em outros números, a Marathon registrou desempenho misto. Seu lucro por ação no primeiro trimestre de US$ 1,26, o que superou de longe as estimativas de Wall Street, que estavam em apenas US$ 0,02.

No entanto, a empresa adotou regras contábeis de valor justo recém-aprovadas pelo FASB, o que fez esses números se beneficiarem da grande alta nos preços do Bitcoin. Por isso, o mercado enxergou o dado com cautela.

A mineradora está mantendo sua orientação para 2024 de aumentar para 50 exahash por segundo (EH/s) e vê um crescimento adicional em 2025. Mas as ações já caíram 26% este ano, enquanto a Riot Platforms (RIOT), outra mineradora de grande porte, viu o preço de suas ações cair 40% no mesmo período.

 

 

Source: CriptoFacil

Share.