Depois da forte queda do dia anterior, o Bitcoin hoje abriu em leve alta, mas não foi o suficiente para apagar as perdas da semana. O preço do BTC registrou ganhos de 0,4% nesta sexta-feira (26), abrindo o dia em US$ 64.152. Enquanto isso, no Brasil, a cotação se manteve nos R$ 330 mil, com alta de 0,6%.

Publicidade

No entanto, as perdas do Bitcoin continuam elevadas, chegando a 8,5% no mês de abril. Caso não haja uma recuperação, a criptomoeda pode quebrar uma sequência de sete meses de valorizações. Já o resultado semanal mostra uma perda de 1,2% nos últimos sete dias.

Por outro lado, as criptomoedas do Top 10 abriram o dia com desempenhos mistos. No campo negativo, o destaque ficou com a Solana (SOL), cuja queda foi de 1,6%. Já a TON liderou os ganhos do Top 10 depois que anunciou um novo airdrop de tokens, valorizando 3,2%. Junto com a BNB, a TON é a única criptomoeda do Top 10 que registra ganhos em abril até o momento.

Quanto às criptomoedas do Top 100, os tokens SAFE e W – este último da Wormhole – lideraram os ganhos do dia. O preço do W subiu 15% depois que o token foi lançado em várias blockchains diferentes, incluindo Ethereum e Solana. Isso ocorreu após o lançamento de um sistema de transferência nativa de tokens (NTT) que permitiu essa integração.

Por outro lado, as memecoins voltaram a se destacar com fortes altas. Entre as maiores, somente a Dogecoin (DOGE) abriu em queda, com perdas de 0,3%, e a BONK teve a maior alta, subindo 8%. Nos últimos 30 dias, o preço da BONK quase dobrou, registrando ganhos de 98%.

Publicidade

Já a Shiba Inu (SHIB) teve alta de 2,3%, Floki Inu (FLOKI) subiu 2,1% e a Pepecoin (PEPE) se valorizou 2%. A Dogwifhat (WIF) também valorizou e subiu 2,2%.

Opções de Bitcoin indicam queda?

Como ocorre em todas as sextas-feiras, hoje é dia de vencimento de opções de Bitcoin no mercado de derivativos. De acordo com os dados, US$ 6,3 bilhões em opções de BTC devem expirar nas próximas horas, sinalizando uma potencial volatilidade negativa nos preços.

Nesse sentido, a volatilidade pode fazer o Bitcoin cair para a marca de US$ 61.000 – uma queda potencial de mais de 5%. Só que os traders também esperam que o mercado se recupere após enfrentar a volatilidade dessas opções.

Publicidade

O site da exchange de derivativos Deribit mostra um total de 96.000 opções de Bitcoin, cujo valor nocional chega a US$ 6,3 bilhões. A relação put-call é de 0,68, indicando um aumento nas opções de venda recentemente à medida que o vencimento mensal se aproxima. O ponto máximo de queda é US$ 61.000, abaixo do preço atual.

Além disso, 990 mil opções de Ethereum (ETH) com valor nocional de US$ 3,1 bilhões estão prestes a expirar, com uma relação put-call de 0,51. O ponto máximo de queda é de US$ 3.100, pouco abaixo do valor do ETH, que está em US$ 3.128 até o fechamento desta matéria.

O especialista em opções Greekslive disse que o baixo volume do mercado de criptomoedas esta semana empurrou os preços do BTC e do ETH próximo dos níveis de suporte. Esta fraqueza no mercado causou quedas significativas na volatilidade implícita (IV) em todos os principais termos, com o Dvol caindo até 15% desde o halving.

A falta de volatilidade no mercado levou à venda de um grande número de opções, o que explica os valores elevados.

 

 

Source: CriptoFacil

Share.